Central do Textão: começando

Captura de Tela 2016-05-17 às 23.27.52

Outro dia tive um ataque com as redes sociais. Me fez falta o ambiente do blog, aquele emaranhado amador, desorganizado, onde navegávamos para onde os interesses nos levassem, conscientemente, com curiosidade, sem logaritmos. Eu era outra pessoa 15 anos atrás, antes de ter viajado pelos mundos particulares de poetas, feministas, piadistas, sonhadores, cinéfilos, políticos, agnósticos, cínicos, românticos, amantes de gatinhos. Fala-se tanto na vida que não é vivida por quem está sempre conectado – tolos. Jamais teríamos sido tantos em tão pouco tempo.

E de repente nos tornamos colaboradores de empresas. Tínhamos de seguir regras. A interação aumentou ao ponto de descontrole (e hoje, convenhamos, chegou ao ponto de histeria). Os melhores papos, ou as melhores tretas, deixaram de existir de um dia para o outro, superados pelas mesmas piadas e pela efemeridade. Pior: virou trabalho.

Aí surgiu a ideia da Central do Textão, um convite para que blogueiros/as voltassem a escrever, de uma vez e juntos, porém cada um no seu canto, sem a ansiedade das hashtags e das curtidas. Se antes fazíamos diarinho, hoje não temos muita certeza (eu pelo menos não tenho) do objetivo dessa produção. Mas quem se importa?

Não se trata de saudosismo, mas de resistência.

 

Anúncios

20 comentários sobre “Central do Textão: começando

  1. Você não consegue dimensionar a alegria e o prazer que sinto em te ler. O conteúdo, claro, também. Mas o gosto mesmo está na forma. Na escolha das palavras. Na elegância da disposição das ideias. A abordagem. O alcance. Obrigada por reinventar o mundo dos blogs, mais não seja, porque você estará por aqui de novo.

    (eu escrevi meu post dias atrás. e coloquei resistir também. das coisas que eu acho mais legais é ter qualquer coisa em comum com você)

  2. Pingback: Fruição artística é seu passadis e a Central do Textão – Comecei a ler um livro e nunca mais tive descanso

  3. Pingback: Tempo, tempo, tempo | InQuIeTuDiNe

  4. Rita Lins e Silva

    Um cantinho para se expressar é tudo de bom. A Expressão é uma arte que não podemos deixar a parte. O blog é um modo ímpar para isso.

  5. Pingback: A Central do Textão | Aprendi com João Dória Jr.

  6. Renata Bocran

    Quantas vezes já te agradeci e parabenizei pela ideia? Acho que a hora é de agradecer por esse post, tão elegante (como a Lu bem disse) e esclarecedor. Essa sua fala de que nos tornamos colaboradores de empresas resume muito do meu incômodo com o que temos hoje. Muito bom te acompanhar em mais de 140 caracteres :*

  7. Maria João Amado

    É uma delicia poder escrever o que penso e lembro e ao mesmo tempo quanto mais envelheço me parece mais assustador. Também não tenho certeza onde iremos parar… Talvez o trapos vire um blog de pontos de tricô e croché (se eu aprender a fazer algum dos dois). A verdade é que estou adorando participar e rever os amigos blogueiros

  8. Resistir. Não ao golpe. Agora vai.
    o comentário original nem era esse. Mas agora que descobri que a Luciana tinha feito um wordpress pra mim, independente de pedirem senha, vou poder comentar. rs

  9. Stefani S.

    eu blogava na época do weblogger, mas meus blogs eram sempre muito off, não fiz amizades, etc.
    eram mais desabafos mesmo. espero que dessa vez seja mais interativo. obrigada pela iniciativa.
    estou conhecendo quase todos agora e amando.
    beijos

Oi!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s